Em discurso, líder do Partido Comunista Chinês, que comanda a ditadura no país, Xi Jinping disse que a China marcha para ser “uma nação socialista moderna”.

Secretário-geral do Partido Comunista Chinês (PCC) e grande liderança à frente do país, Xi Jinping participou ontem (28) de uma cerimônia de homenagem a membros destacados do partido. Durante seu discurso, o ditador reafirmou o compromisso da nação com o marxismo.

De acordo com Renova Mídia, o evento aconteceu por ocasião do 100º aniversário da fundação do PCC. A entrega das medalhas aos membros destacados do PCC aconteceu no estádio Olímpico de Pequim. Ademais, no discurso cerimonial, Jinping saudou o marxismo e reafirmou o compromisso de uma China socialista moderna.

“Todos os camaradas do Partido devem ter fé no marxismo e no socialismo com características chinesas.”

Ainda de acordo com a publicação, Xi Jinping falou aos comparsas membros do PCC que todos devem liderar o movimento pelo “grande rejuvenescimento” do país.

“Na nova marcha para uma nação socialista moderna, totalmente estabelecida, continuaremos a avançar em direção às metas do segundo século.”

China espalha sua cultura pelo mundo

Foi criada a primeira escola sino-brasileira no Rio de Janeiro. A iniciativa é financiada por empresários chineses que vivem no Brasil, conta com o apoio do governo chinês e visa atrair pessoas para conhecer a cultura do país asiático e proporcionar ensino de referência internacional. No entanto, apesar de levar adiante o modelo de educação básica chinesa, o ambiente é trilíngue: mandarim, português e inglês. Informação é de IstoÉ.

De acordo com a publicação, a ideia surgiu pelo sentimento de que falta à comunidade uma escola que garanta educação integral de seus filhos no Brasil, com ensino de mandarim e acesso a universidades chinesas. Ademais, a escola manterá o currículo chinês, mais avançado que o brasileiro em alguns aspectos, como Matemática, por exemplo.

Filie-se agora ao Movimento Conservador! Acesse: