Governo decide privatizar 100% dos Correios. O Ministério da Economia definiu por completo o modelo de privatização da estatal.

Durante uma entrevista para o Jornal O Globo concedida hoje (06), o secretário especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia, Diogo Mac Cord, afirmou que o governo pretende vender 100% do capital que tem nos Correios. O Ministério da Economia definiu por completo o modelo de privatização da estatal.

De acordo com Renova Mídia, Mac Cord resumiu que o que se pretende fazer é vender o controle da companhia integralmente, no formato de um leilão tradicional. Ele definiu esse modelo como “com abertura de envelopes”. Deste modo, o comprador ficará com os ativos e passivos dos Correios.

Ainda de acordo com a publicação, o modelo é diferente daquele adotado pelo governo com relação à outras estatais. Por exemplo, Eletrobrás e a BR, ex-subsidiária da Petrobras. Nestes casos foram baseadas em operações no mercado de capitais.

Ademais, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), marcou a votação do projeto dos Correios para a próxima semana, antes do início do recesso parlamentar.

Privatização Eletrobrás

A Câmara dos Deputados aprovou em 21 de Junho, por 258 votos a 136, o texto-base da medida provisória que viabiliza a privatização da Eletrobras. Ademais, a proposta prevê, entre outras medidas, a emissão de novas ações, a serem vendidas no mercado sem a participação da empresa, resultando na perda do controle acionário de voto mantido atualmente pela União. Aprovada pelo Senado na última semana, matéria segue para sanção presidencial.

Filie-se agora ao Movimento Conservador! Acesse: