Atendendo a uma solicitação do PT, Ricardo Lewandowski determina que Presidência da República dê informações sobre realização da Copa América no Brasil.

O Partido dos Trabalhadores (PT) protocolou hoje (01) pela manhã um ofício junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) cobrando explicações da Presidência da República acerca das negociações com a Conmebol para realização da Copa América no Brasil. O ministro Ricardo Lewandowski prontamente atendeu à solicitação dos socialistas.

De acordo com Gazeta Brasil, o pedido da agremiação foi protocolizado na noite de ontem (31) e atendido pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) hoje pela manhã. Ademais, além do próprio presidente da República, é reclamado que os ministros da Saúde, Casa Civil, da Saúde, das Relações Exteriores e a Secretaria Nacional de Esporte sejam intimados para depor.

Ainda de acordo com a publicação, eles foram citados nominalmente pela entidade máxima do futebol sul-americano como corresponsáveis pela liberação das atividades da Copa América em solo nacional. O PT também pede a intimação de governadores e prefeitos das cidades para as quais a entidade prevê realização de jogos.

Chefe da Casa Civil, Luís Eduardo Ramos disse que Copa América no Brasil ainda não é certeza

O ministro-chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, declarou à imprensa ontem (31) que a realização da Copa América no Brasil ainda está em negociação entre o governo federal e a Conmebol, por meio da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). 

No entanto, ponderou, também, que caso seja possível a realização do torneio, ele será feito. O governo federal fez uma série de solicitações à entidade que precisarão ser atendidas, como condição de abrigar o evento. Ademais, ele confirmou que conversas aconteceriam hoje visando bater o martelo com relação a levar a possibilidade adiante.

Ainda não tem nada certo, quero pontuar de uma forma bem clara, estamos no meio do processo, mas não vamos nos furtar a uma demanda, caso seja possível, de atender. […] São 10 times, com dois grupos, 65 pessoas por cada delegação. Todos vacinados. Foi a imposição que nós tratamos com a CBF. Até agora, não há documento firmado, apenas essas tratativas. Bem como a seleção brasileira também será vacinada. […] É importante destacar que esse evento, caso se realize, não terá público. Tem saído algumas notícias com relação a público, [mas] não terá público“, afirmou o ministro, segundo Agência Brasil

Filie-se agora ao Movimento Conservador! Acesse: