Por: Vinícius Mariano

O Movimento Conservador realizou, nesta terça-feira (22), o terceiro ato contra o passaporte sanitário, que ocorreu na cidade de São Paulo, na avenida Paulista, às 19h. Os manifestantes pedem a aprovação pela ALESP do projeto de lei 668/2021, conhecido como PL Bruno Graf, que impede a implementação do passaporte no estado de SP.

O jornal Crítica Nacional noticiou a primeira e a segunda marcha contra o passaporte sanitário, também organizadas pelo Movimento Conservador, em fevereiro. No entanto, dessa vez o protesto ganhou destaque também na Jovem Pan News, com comentários da jornalista Cristina Graeml. “Em vários estados, há leis em tramitação para impedir o passaporte sanitário e manobras, normalmente de deputados de esquerda, que gostam de uma tirania, tentando fazer com que essas leis não vão à votação. Importante dizer que as pessoas que estão aí (na marcha) não são antivacinas, elas são contra apenas à obrigatoriedade. Como aconteceu no Canadá, há pessoas vacinadas aí no meio”, comentou Cristina.

O deputado Douglas Garcia (Republicanos-SP), um dos organizadores do protesto, discursou durante o ato e postou, em sua conta oficial do Twitter, que logo mais o Movimento Conservador divulgará data, horário e local da quarta marcha contra o passaporte sanitário.