Pesquisa de intenção de votos estimulada no estado de São Paulo coloca o presidente Jair Bolsonaro à frente de Lula da Silva. Instituto Paraná também simulou cenários para o Senado Federal e o Governo Estadual paulista.

Pesquisa publicada hoje (14) pelo Instituto Paraná aponta que Jair Bolsonaro segue como principal preferência para o eleitorado paulista. O atual presidente ficaria à frente de Lula da Silva, segundo candidato com maior adesão. Ademais, outros nomes menos corriqueiros, como o do apresentador José Luiz Datena também foram lembrados.

De acordo com o levantamento feito por Paraná Pesquisas, o atual presidente da República teria hoje no estado de São Paulo 34% das intenções de voto. Na sequência estão Lula da Silva (PT) com 29,3%, José Luiz Datena (MDB) com 9%, Ciro Gomes (PDT) com 5,9% e João Doria (PSDB), que teria 5,2%.

Ainda de acordo com o levantamento, há outros nomes -menos comuns para o eleitorado paulista- que aparecem com alguns pontos porcentuais, embora sejam uma margem pequeníssima. São eles Luiz Henrique Mandetta com 1,5% e Simone Tebet com 0,3%.

Pesquisa para o Senado e para Governo Estadual

Ademais, para além da pesquisa para a Presidência da República, o instituto levantou dados sobre a disputa para o governador e para a única cadeira ao Senado, que estarão em disputa no próximo ano. No âmbito do governo estadual, vários cenários foram simulados (seis ao todo).

Contudo, no principal deles, que conta com os nomes de João Dória (PSDB), Márcio França (PSB) e Guilherme Boulos (PSOL), os números foram: 13,5%, 15,6% e 17%, respectivamente. No entanto, no cenário com Geraldo Alckmin (PSDB) no lugar de João Dória, o ex-governador leva a disputa contra todos os demais, tendo 23,7% dos votos.

Ademais, vale destacar que José Luiz Datena (MDB) aparece com boa colocação em cenários sem João Dória e Geraldo Alckmin, vencendo nomes como Paulo Skaf e os socialistas Guilherme Boulos e Márcio França.

Segundo a pesquisa, para o Senado Federal, José Luiz Datena também aparece como forte concorrente. No cenário onde disputa a cadeira com Eduardo Suplicy (PT), o apresentador fica com a margem folgada de 29,1% a 19%. No entanto, no levantamento onde o jornalista não concorre, o petista ganha com 23,5% dos votos.

Outros nomes que aparecem na disputa são Janaína Paschoal (PSL), que fica com margens de 10,1% e 12,2%, a depender do cenário, e José Serra, com 8,3% e 10,9%.

Filie-se agora ao Movimento Conservador! Acesse: