Por: Vinícius Mariano

O deputado estadual Delegado Olim (PP-SP) pediu, nesta quinta-feira (7), a cassação do mandato do colega Arthur do Val (União), o “Mamãe Falei”, por quebra de decoro parlamentar. Arthur enfrenta um processo na Comissão de Ética da Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP), em que Olim é relator, por ter dito que as ucranianas são “fáceis porque são pobres” quando foi para o leste europeu para supostamente fazer uma cobertura da guerra.

Para justificar o relatório contra Mamãe Falei, o Delegado Olim disse que “Os fatos havidos contrapõem-se de maneira contundente com as definições de decoro parlamentar colacionados” e que “estando evidenciada a gravidade das condutas do representado, flagrantemente atentatórias ao decoro parlamentar, conclui-se este parecer com a proposta de que seja aplicada ao deputado Arthur Moledo do Val a medida disciplinar de perda do mandato”.

Próximos passos

O conselho deverá se reunir na próxima terça-feira (12) para julgar o parecer do relator. Se os parlamentares decidirem pela cassação, a decisão precisará ser aprovada também pelo Plenário, que, ao votar favoravelmente, cassará o mandato de Arthur do Val.