Após ingressar na política, ex-juiz voltou a tecer críticas ao governo federal. No entanto, alas do Podemos entendem que a melhor estratégia é mirar em Lula da Silva.

Pré-candidato a presidente da República em 2022, Sérgio Moro tem adotado a tática de cautela ao tecer críticas ao executivo federal, embora as esteja fazendo. Hoje (07) mais cedo, o ex-juiz classificou a atual gestão como muito ruim, pondo em dúvida inclusive a reeleição de Jair Bolsonaro (PL).

“Desculpe aqui, não quero ser ofensivo com ninguém: este governo é muito ruim. Este governo é tão ruim porque, normalmente, é muito fácil um governo se reeleger. Você está na máquina. Se você faz um governo minimamente bom, você consegue se reeleger. O presidente está com medo. Com isso, quer ficar desviando o foco das pessoas. Por isso, fica lá ofendendo”, comentou Sérgio Moro, que é ex-ministro da Justiça da atual gestão, em entrevista à Rádio Band News FM.

A fala do ex-juiz se deu em resposta ao comentário feito pelo presidente Jair Bolsonaro nos últimos dias de que Moro não aguentaria 10 minutos de debate com ele. A fala foi proferida ontem (06), durante conversa com apoiadores, no Palácio da Alvorada, em tom de brincadeira.