YouTube excluiu vídeos no canal do Presidente Jair Bolsonaro em que ele mencionava eficácia de remédios contra o vírus da covid-19, entre eles cloroquina. Levantamento foi feito por uma empresa de análise de dados.

A plataforma de vídeos online YouTube excluiu ao menos onze vídeos do canal do presidente Jair Bolsonaro. A informação foi levantada pela empresa Novelo Data, que trabalha com análise de dados, hoje (27). Todos referiam-se a remédios com eficácia contra covid-19 ou mencionavam possibilidade de tratamento precoce através deles.

De acordo com Poder360, todos os vídeos tinham no título ou na descrição menções à cloroquina e ao “tratamento precoce” contra a covid-19. O motivo pela exclusão, alegado pela plataforma, é que os medicamentos não têm comprovação científica para impedir a infecção por covid-19 ou diminuir sintomas dela.

Ainda de acordo com a publicação, ao tentar acessar os vídeos a mensagem “Este vídeo foi removido por violar as diretrizes da comunidade do YouTube“ é exibida.

Filie-se agora ao Movimento Conservador! Acesse: